A moda e o design são alguns dos setores que mais consomem recursos do planeta. Pensando nisso algumas marcas começaram a repensar sua cadeia têxtil e criaram maneiras de diminuir esse impacto. Um meio encontrado é a troca do uso de tintas químicas convencionais em suas produções pela pigmentação orgânica. Os pigmentos naturais são substâncias químicas liberadas por determinadas plantas quando passam por um processo de fervura em água e formam uma tinta.

 

Alguma marcas  aderiram  a essa onda sustentável  uma delas é a  empresa Mattricaria especializada em tingimento têxtil, corantes e tintura natural. Ganhadores do prêmio Ecoera em 2015, o Studio In Blue Brazil, opta por produtos coloridos com corantes naturais, difundindo benefícios imediatos ao planeta. Este processo carrega uma história, valoriza o pequeno produtor e é feito a partir de matérias-primas renováveis, biodegradáveis e sem toxidade. Com o uso de algodão orgânico, fibras e corantes naturais extraídos de plantas, o Studio propõe uma forma mais consciente e ambientalmente responsável de produzir e consumir design para a casa e para o corpo. Por trás de cada peça tingida artesanalmente para formar belas cores e estampas, prevalece a filosofia do conteúdo, comércio justo e sustentável.

A grande novidade é a empresa Lemon Basics, que lançou uma coleção com camisas de linho com tingimento natural. Intitulada de luxo sustentável a nova linha da grife trás a essência do handmade, e cuidados e detalhes da pureza do orgânico. Para a produção das cores inspiradas na natureza são utilizados recursos totalmente orgânicos. O açafrão, também conhecido como cúrcuma, é o responsável pelo tom amarelo. O hibisco trouxe uma nuance mais rosada para o já conhecido lavanda. A canela foi o elemento escolhido para dar cor ao linho na camisa nude.

Nesta nova ECOERA impacte positivamente, tenha o exercício do consumo consciente, escolha roupas sustentáveis e saiba a origem do produto adquirido.

Fontes: Mattricaria, Lemon Basic, Studio In Blue Brazil