Ressignificar se tornou essencial nesta era da sustentabilidade, reciclar e reaproveitar peças, objetos e materiais são ações que devem fazer parte da rotina de quem deseja impactar positivamente o planeta. O carnaval acabou e com ele o consumo desenfreado de plástico e produtos não biodegradáveis de todos os tipos só aumentou. O Brasil é o 4 maior produtor de lixo plástico no mundo e infelizmente o que menos recicla. Segundo o relatório da WWF ” Solucionar a Poluição Plástica – Transparência e Responsabilização ” 

 

Por ano são gerados mais de 11 milhões de toneladas de lixo plástico, mas apenas 1,28% destes resíduos é reciclado. Na Indonésia quinto maior país consumidor de plástico no mundo, a reciclagem chega a 3,66%. Porcentagem mais elevada  que o Brasil que possui um número maior de consumo. Mas ainda sim baixo, levando em conta a média global de reciclagem que é cerda de 9%.

Um dos grandes problemas enfrentados no país é o descarte incorreto de resíduos, de acordo com dados do Banco Mundial,  é o caso de  2,4 milhões de toneladas de plástico brasileiros que são descartados em lixões a céu aberto e sem qualquer tipo de tratamento. Cerca de 1 milhão de toneladas não são recolhidas pelos sistema de coletas e 7,7 milhões de toneladas vão para aterros sanitários.

“O plástico não é inerentemente nocivo. É uma invenção criada pelo homem que gerou benefícios significativos para a sociedade”, diz o relatório. “Infelizmente, a maneira com a qual indústrias e governos lidaram com o plástico e a maneira com a qual a sociedade o converteu em uma conveniência descartável de uso único transformou esta inovação em um desastre ambiental mundial.

 

PRODUÇÃO E RECICLAGEM DE PLÁSTICO NO MUNDO 

Números em toneladas

Plásticos estão destruindo a natureza e colocando em risco a vida selvagem e destruindo sistemas naturais. Cuide e reduza o seu lixo, opte por alternativas sustentáveis.

 

Fonte: Galileu