O consumo consciente vem transformando o mercado mundo a fora. A preocupação com ações sustentáveis e com o futuro que queremos para o planeta estão ressignificando a maneira de produzirmos materiais e de vivermos o dia a dia.

Após uma lei ser aprovada, na europa, a partir de 2021, materiais como canudos, cotonetes, embalagens de isopor, pratos, talheres, mexedores de bebida,  e outros descartáveis não poderão ser fabricados em plástico.  A  medida vale em toda união européia e serve para materiais que podem ser substituídos por opções sustentáveis. A nova lei inclui algumas medidas. 90% das garrafas plásticas produzidas deverão ser recolhidas para reciclagem até 2025. Produtos plásticos deverão conter o mínimo de 25% de matéria-prima reciclada até 2025, e 30% em 2030. Copos plásticos, com filtro plástico e toalhas umedecidas deverão trazer rótulos em suas embalagens informando sobre o impacto ambiental desse produtos. Qualquer plástico com aditivo oxi-degradável também estará banido a partir de 2021.

O estado de Nova York  após um longo embate judicial, vai banir o uso de sacos plásticos em mercados e lojas. A lei deve entrar em vigor em março de 2020 e a cidade já proíbe o uso de recipientes de isopor.

No Brasil a cidade do Rio de Janeiro é a primeira a proibir o uso de canudos de plástico em todos os estabelecimentos comerciais .

As decisões vão ao encontro de um crescente movimento global de combate ao lixo plástico, um dos principais vilões da poluição marinha. Segundo a ONU, ao menos 50 países têm propostas nessa área. E você, o que te feito para reduzir o impacto ambiental do plástico no planeta ?

Fonte: ONU Meio Ambiente, Exame, Vogue Brasil