A moda que representa os nossos tempos é colaborativa e solidária.

Algumas empresas já se deram conta de seu papel e estão aplicando o conceito lançando pelo Movimento Ecoera #doEuparaoNÓS.

A Singer do Brasil é uma delas e acaba de doar máquinas de costura e ferros de passar para quatro instituições que contam com voluntários que estão costurando máscaras e roupas hospitalares para doações que visam colaborar no combate ao coronavírus. As instituições em questão são: a Penitenciária Feminina Sant’Ana, a ONG Máscaras do Bem e dois hospitais do Rio Grande do Norte. 

A penitenciária já realizava o trabalho de costura de peças para esse segmento, mas não possuíam equipamentos suficientes para atender à demanda do País nesse momento. Já a ONG nasceu com o propósito de suprir a necessidade do atual cenário por esse tipo de peça. 

O projeto Máscaras do Bem foi idealizado por um grupo de mulheres de Santos que, inicialmente, se reuniu para fazer máscaras para os profissionais que estão na linha de frente no atendimento de saúde na região. A demanda cresceu tanto que hoje elas produzem para moradores de rua, profissionais de segurança pública, Samu e instituições que abrigam idosos. A instituição tem recebido ainda muitos os pedidos de pessoas que têm algum problema crônico. 

Os hospitais do Rio Grande do Norte que foram beneficiados são Hospital Dr. Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros e o Centro Obstétrico Municipal Albaniza Diógenes – COMAD, em Apodi. Para essa ação a Singer contou com o apoio de um de seus clientes locais, Mundo da Costura e da transportadora Termaco, que realizou o frete como cortesia. 

“Desde sempre atuamos com o propósito de realizar transformações socioeconômicas, proporcionando bem-estar, oportunidades de empreendedorismo e geração de renda por meio de nossos produtos. Há muito tempo realizamos doações com o intuito de incentivar a prática da costura e entendemos que esse é o momento de contribuirmos com quem está se disponibilizando a ajudar na produção de máscaras e outros itens necessários para controlarmos a disseminação do coronavírus”, afirma Marcio Daniel, head da Singer do Brasil. 

 http://www.singer.com.br/ 

 

fonte Assessoria de Imprensa