A medida ainda precisa ser aprovada por Estados-membros da União Europeia, mas o Parlamento Europeu aprovou hoje uma proposta para proibir produtos de plástico descartável em todos os países do bloco.

A proposta proíbe a venda de pratos, talheres, cotonetes, palhinhas, agitadores para bebidas e varas para balões, e também de produtos de plásticos oxodegradável e recipientes para alimentos e bebidas de poliestireno expandido.

Alguns produtos descartáveis que já possuem substitutos fabricados com outras matérias-primas devem ser banidos a partir de 2021. Os Estados-membros da UE seriam devem reciclar 90% das garrafas de plástico até 2025, enquanto os fabricantes teriam que ajudar a cobrir os custos do gerenciamento do lixo.

Os filtros de cigarros, que podem levar mais de uma década para se decompor, também devem ser reduzidos em 50% até 2025 e em 80% até 2030. Os países do bloco deverão também coletar equipamentos de pesca que poluem as praias.