Por Gabriela Nunes

Em julho, um relatório de lucros da Burberry mostrou que a grife destruiu o equivalente a R$ 143,79 milhões para proteger sua marca. Agora, a marca voltou atrás dessa prática, anunciando que vai parar de incinerar os produtos imediatamente.

Em nota, a Burberry disse que “já reutiliza, doa, conserta e recicla os produtos não vendidos, mas que vai continuar a expandir esforços e trabalhar para criar novos materiais mais sustentáveis.” E também aproveitou a ocasião para anunciar que vai parar de usar pele de animais nos seus produtos, e que os itens com o material já saíram de circulação.

Felizmente, a indústria da moda tem sofrido pressão de consumidores, que estão cada vez mais preocupados com o impacto ambiental que as marcas estão causando. Uma grife imponente como a Burberry, voltar atrás do ato de queimar produtos, é sim sinal de que a ECOERA está acontecendo!