Hoje o nosso manifesto é pelas pessoas que trabalham por um planeta mais sustentável.

O dia nasceu após uma grande revolução e manifestação contra o sistema produtivo no século 19, com horas intermináveis de trabalho e situações insalubres. Hoje, temos em média 8 horas diárias de trabalho graças a este momento e as estas reivindicações. Muitas reflexões ainda são necessárias e urgentes, até porque nem tudo mudou nas indústrias. Especialmente a da moda. Ainda há varias lutas por transparência, por sistemas econômicos mais justos e por valorização do trabalho local e manual. Para quem produz, para quem consome, para quem quer uma sociedade mais justa.

Mas hoje queremos celebrar!

Celebrar quem reconhece os serviços naturais, os ciclos, o tempo, o solo, os biomas, a água, e faz um uso responsável deles. Em todos os ofícios, em todas as situações. Celebrar quem está conectado com o planeta!

Os trabalhos das mulheres líderes comunitárias e no campo, os artesãos, o pequeno agricultor, os catadores e catadoras de recicláveis,  são apenas alguns dos trabalhadores que estão na lida e que resguardam e valorizam o natural e cultural do Brasil. E trabalham diariamente por isso.

Sempre que podemos, falamos no Portal ECOERA desta relação mais cíclica, mais presente e de reconhecimento da natureza, pois para cada produção ou serviço precisamos de pessoas e de natureza. Um para criar e outro para nos fornecer os meios. Isto é indissociável.

Os pilares que escolhemos no portal são claros e focados nas nossas necessidades diárias: moda, beleza, design e gastronomia. Trocando em outras palavras, vestimenta, higiene, mobilidade e moradia, além de alimento.

Dar voz a quem também trabalha com e pela sustentabilidade é o nosso trabalho!

Feliz dia a tod@s.