Em sua fábrica, a Renewcell coleta tecidos de algodão usados e os transforma em fibras novas e limpas, prontas para serem transformadas em novas peças de roupas.

Por Renata Namo @amodapelaagua

Por volta de apenas 1% das roupas velhas são recicladas, a maioria das camisetas e dos jeans usados acaba em aterros. Porém, no início do próximo ano, algumas roupas novas feitas a partir de roupas velhas começarão a ser vendias nos principais varejistas europeus e norte-americanos. A Renewcell é uma empresa sediada na Suécia que usa roupas de algodão descartadas para criar um novo tecido chamadoCirculose, que aparentemente é indistinguível de um tecido novo em folha.

A startup já opera uma planta de reciclagem química em escala comercial e começa a vender seu produto na cadeia de suprimentos têxtil. Ainda não sabemos quais marcas serão as primeiras a vender roupas feitas com o material, mas a H&M assumiu uma participação minoritária da empresa em 2017.

Em sua fábrica, a Renewcell coleta tecidos de algodão, retalha e remove zíperes, botões e outros. O algodão retalhado, que se parece com fiapos, passa por um processo químico patenteado que remove os corantes, o poliéster, nylon e outros materiais sintéticos. O resultado é uma polpa suspensa na água. A polpa passa por uma máquina de fabricação de papel para remover a água e grande folhas de um material semelhante a um papelão são enviadas para as fábricas têxteis. Os moinhos dissolvem a popa e as transforma em fibras.

Porém, toda essa avançada tecnologia não autoriza a indústria do fast-fashion a continuar a destruir o meio ambiente. O número de peças de roupas compradas a cada ano cresceu em média 60% entre 2000 e 2014; aproximadamente no mesmo período, a quantidade de resíduos têxteis nos aterros dos EUA crescer 68%.

Ou seja, inovações são super bem-vindas e necessárias.

Porém, nada substitui a consciência ambiental da indústria e do consumidor. Como diz o pensador e autor do best seller “O hábito e o monge”, James C. Hunter: “Pensamentos viram ações. Ações viram hábitos. Hábitos viram o caráter. E o caráter vira o seu destino.”