Propostas veem na biodiversidade brasileira oportunidade de negócios, proteção às florestas, além de ganhos em tecnologia para a sustentabilidade e circularidade.


De 25 a 27 de agosto toda a indústria de confecção, têxtil, calçadista, moveleiro, automotivo, acessórios e bijuterias – nacional e mundial se reúnem para o INSPIRAMAIS – Salão de Design e Inovações de Materiais para Moda – único na América Latina. 


É ali que, entre as diversas ações e oportunidades de negócios acontecerá a apresentação do projeto Conexão Criativa e Comercial – projeto transformador, que motiva e apoia iniciativas que oxigenam o mercado, incentivando uma nova geração de valores, reunindo pluralidade, sustentabilidade e inovação.

Com criação de peças únicas, com abordagens responsáveis, produzidas por negócios de diversas regiões do país, com produtos e trabalhos que ilustram claramente o crescimento do engajamento da sustentabilidade na moda e design. Entre os diferenciais, busca-se no projeto inovações de componentes, produtos e serviços criativos, inspiradores e conectados com as novas demandas do mundo.

Segundo Flávia Vanelli, designer do Estúdio RatoRói e também curadora do projeto, ” O momento pede colaboração, e juntos estamos comprometidos com a ressignificação da moda e do design nacional, propondo oportunidades que oxigenem o mercado, seja através de novas possibilidades em materiais e componentes, seja através de collabs, ou tecnologias que oportunizem um design transformador.”

As inscrições para participar do Inspiramais podem ser realizadas pelo endereço https://www.inspiramais.com.br/

O que será apresentado

Com foco em marcas que desenvolvem componentes, mas que também possuem produtos finais assinados, dentro do Conexão Criativa e Comercial será apresentado um portfólio de soluções em borracha amazônica para moda e design, tingimentos e estampas vegetais, laminados que regeneram plásticos de embalagens e aparas em novos produtos, biomateriais, propostas que veem na biodiversidade brasileira uma oportunidade e ainda protegem a floresta,  além de explorar também o potencial dos serviços como um banco de trocas de estoques de tecidos, ou ganhos em tecnologia para a sustentabilidade e circularidade.

O resultado é um grupo explosivo. Abaixo conheça os diferentes perfis de nossos participantes:

1. Aurora e Dona Rufina

Aurora: É uma marca de produção de lã, que foi pensada a partir do resgate e valorização da lã como matéria-prima, de cada etapa de produção, na identidade e cultura de um povo e na ressignificação do lanifício. E é através de mãos femininas que ela vive. Nosso processo segue os métodos ancestrais e artesanais de produção de fios e materiais.

A busca constante e intensa pelo bem estar animal está presente em sua qualidade de vida, sua alimentação e no método de esquila. Usamos o mínimo de produtos químicos possível, tingimos apenas com pigmentos vegetais.

Dona Rufina: É uma marca de moda slow fashion que produz bolsas, acessórios, calçados e decoração. Acreditamos que a maneira de produzir e consumir diz muito sobre nós e sobre como queremos construir o futuro. A marca nasceu do desejo de valorizar a cultura do Pampa Gaúcho, priorizando o local, mas com visão global.

Local de produção: Pampa Gaúcho (Dom Pedrito e Bagé), RS

@sigaaurora @donarufinadesign

2. Banco de Tecido

O Banco de Tecido é um sistema original dedicado a circulação e reuso têxtil, que soluciona a sobra de produção de tecelagens, confecções e ateliês, recolocando este material no mercado através de um sistema misto de troca e venda.

Local de produção: São Paulo, SP.

@bancodetecido

3. Biotecam

A Biotecam é uma empresa de biotecnologia voltada à solução de problemas ambientais. Ao percebermos uma alta procura por tecidos sustentáveis e biodegradáveis começamos o desenvolvimento do TEXTICEL. 

Atualmente produzimos e comercializamos o TEXTICEL como matéria prima para marcas e artesões que procuram um material novo e com compromisso ambiental.

Local de produção: O laboratório da Biotecam está localizado na incubadora de empresas da COPPE na Cidade Universitária do Rio de Janeiro

@biotecam_biotecidos

4. Cerradouro

Empresa familiar criada a 7 anos com propósito de produzir peças com valor agregado com a cultura e história local, além de algo novo e com potencial para divulgar o Cerrado no Brasil e no mundo.

A marca já foi reconhecida pela Vogue de Londres e participou da semana de moda Paris Week, nacionalmente participou da loja conceitual do SPFW e do selo SPFW Ama, apoiados pelo Sebrae, IBP, FIEMG e Sindjoias MG.

Local de produção: Lagoa Santa, MG

@cerradouro

5. Da Tribu

A DaTribu é um empreendimento social de moda da Amazônia, cuja produção se baseia nos princípios da sustentabilidade, com foco na valorização dos saberes tradicionais dos povos da floresta. 

Produzimos jóias orgânicas e materiais com Borracha Vegetal Amazônica colaborando para o fortalecimento da sociobiodiversidade, por meio de parcerias com famílias de comunidades ribeirinhas. 

A sustentabilidade, a floresta em pé, o comércio justo e a transparência no seu processo produtivo são os compromissos maiores do empreendimento.

Local de produção: Belém/PA

@datribu

6. Das Catarinas Brazil

A marca Das Catarinas criada pela criativa Edna Mesadri, trabalha com sobras de tecido em malha da indústria têxtil de Santa Catarina. Com um pequeno grupo de artesãs, produzem peças para decoração e acessórios de moda (colares).

Atrelando a economia solidária e o design com identidade brasileira, levam criatividade e bom gosto para lugares e pessoas especiais.

Local de produção: Joinville / SC

@dascatarinasbrazil

7. Flavia Amadeu Design Sustentável

FLAVIA AMADEU Design Sustentável tem como missão promover impacto social e preservação ambiental a partir do desenvolvimento de projetos e produtos de design.

Nossos projetos apoiam produtores e artesãos locais cujas atividades econômicas estão integradas ao uso sustentável dos recursos naturais.

O processo produtivo é fácil, limpo, atóxico, e além de resultar num material de melhor retorno econômico, possibilita a inclusão de mulheres e jovens na cadeia produtiva.

Local de produção: Floresta Amazônica, Acre, Pará.

@flaviaamadeudesign

8. Flor Silva

A artesã manauara, Flor Silva  trabalha há quase 20 anos criando peças a partir das sementes e dos insumos da Floresta. Bolsas, colares, brincos, enfeites, objetos de decoração ganham forma e cores através do açaí, da piaçaba, do aruman, do coco, de caroços de tucuman, e escamas de pirarucu. 

Trabalhando em parcerias com comunidades indígenas e ribeirinhos, todas as peças são tingidas naturalmente, reforçando o compromisso com a natureza e a biodiversidade amazônica.

Local de produção: Manaus – AM

@fiorebrasil

9. Justa Trama

A Justa Trama é composta por trabalhadores(as) organizados(as) em empreendimentos da economia solidária. São mulheres e homens agricultores, fiadores, tecedores, costureiras, artesãos e coletores e beneficiadores de sementes.É gente que acredita no comércio justo e solidário e em relações de produção sem exploração.

 A Cooperativa Central Justa Trama é uma cadeia produtiva, processo que inicia no plantio do algodão agroecológico e vai até comercialização de peças de confecção produzidas com este insumo.

Local de produção: Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Ceará e Rondônia

@justatrama

10. Lots App

Visibilidade e segurança em toda a sua cadeia de valor através do blockchain. Reunimos a segurança do blockchain com um conjunto de experiências que vão conectar a sua cadeia de valor como você nunca viu!

Nós acreditamos que o sucesso das empresas, agora mais do que nunca, dependem do sucesso da cadeia como um todo. Criamos a Lotsapp para ser a transformação digital e conexão, ponta a ponta, fácil, inteligente e segura. Esperamos que nossos clientes possam acelerar a transição para uma Economia Circular, promovemos a otimização de recursos, reutilização de materiais, criando ecomatérias, descartes corretos e maior transparência de suas operações.

Local: Florianópolis, SC

 @lotsappio

11. Luciano Pinheiro

A marca Luciano Pinheiro, traz em seu DNA o tropicalismo das praias brasileiras, resgata tradições e características da arte local, valoriza os fazeres manuais da população ribeirinha e suas tradições. 

Produz utilizando técnicas ancestrais, unindo design ao produto. 

O que pertence a marca: 

Tingimento natural utilizando folhas, frutos, sementes e cascas de árvores da região local, como acácia, ipê, araçá, goiaba, quaresmeira, urucum, barbatimão e outras, com extensa pesquisa da biodiversidade da mata atlântica de forma responsável; 

Tecelagem artesanal e todo seu potencial: com uso de tramas rústicas, pesquisa de fios, pesquisa de técnicas de tessituras.

Local de produção: São Paulo, SP

@lucianopinheirodesign

12. Nós Mais Eu

O nome da marca tem a ver com o acabamento de amarração (nós) dos colares mas também passa uma ideia de coletividade (nós + eu) e de algo feito com exclusividade e carinho para alguém – dá para você ler a palavra “seu” no fim. Não é à toa: as cerâmicas são o resultado de um processo que pode levar meses, desenvolvidas à mão pela própria designer. Consequentemente são peças únicas. Já as pedras naturais trazem essa mesma característica e são removíveis para que possam ser limpas e energizadas.

Outro projeto que a Nós Mais Eu tem é a parceria com a G. Vallone Têxtil: as ourelas, que são aparas de tecido normalmente descartadas pelas tecelagens, são resgatadas e se transformam em bolsas, almofadas e pochetes usando técnicas de crochê. 

Local de produção: São Paulo, SP

@nosmaiseu

13. Rato Design Circular

É estúdio de design que acredita que o futuro é circular. Focado em superfícies,  produtos finais e comunicação tangível  que integrem na prática circularidade e sustentabilidade.

Trabalha desenvolvendo a própria matéria-prima, feita a partir de plásticos descartados, provenientes de embalagens e resíduos industriais que são utilizadas para produtos de moda e também design com rastreamento de origem, em linhas próprias ou colaborativas com outras marcas. A matéria-prima é separada e destinada a empresa através de cooperativas e pequenas recicladoras  em SC e SP.

Local de produção: Jaraguá do Sul, SC

@ratoroi

14. Seringô / Coopereco

Um empreendimento econômico coletivo na Amazônia, onde a  Seringô / Coopereco e seus seringueiros associados, organizados em unidades produtivas familiares, extrai a borracha da floresta, por meio de tecnologias sociais modernas, acessíveis baratas e amigáveis, combinando os saberes tradicionais com o conhecimento científico. 

A Seringô / Coopereco mantém e valoriza o modo e estilo de vida das populações locais, gerando ao mesmo tempo bem estar humano, renda e proteção das florestas, apostando  em um modelo de desenvolvimento sustentável para a Amazônia, onde os seringueiros, além de produzirem artesanatos, biojóias, utilidades domésticas, também produzem uma borracha orgânica, certificada e biodegradável, para compor coleções e linhas de calçados mais sustentáveis, que na fábrica da cooperativa transforma-se em solados, palmilhas e sandálias.

Local de produção: Amazônia, AM

@seringooficial

15. The Flowerpunchers

Produtos sustentáveis e serviços personalizados resultantes do encontro entre sabedoria ancestral e tecnologias emergentes. Design one-of-a-kind participativo. A natureza é nossa convidada para tecer fábulas florais.

Local de produção: São Paulo, Rio de Janeiro

@the_flowerpunchers

16. Trammô Acessórios Artesanais

A Trammô Acessórios Artesanais, nasceu de um projeto idealizado com a mão-de-obra de artesãs da cidade de Bombinhas -SC. Em todos os seus produtos eram utilizados a técnica do macramê (tecelagem manual, que consiste em entrelaçamentos de nós, utilizada para formar pontos e desenhos) direcionada a produtos de moda.

Ampliando  suas técnicas, hoje desenvolve todo tipo de artigo manual voltado para moda, desde alças, decotes, recortes, barrados, cabedais para calçados, bolsas e cintos. A Trammô oferece suporte e o treinamento necessário para o aprendizado dos modelos aprovados pelos clientes, e cada casa e cada artesão recebe pelo sua produção.

A Trammô busca gerar aprendizado, proteção e renda para todas as mulheres envolvidas no projeto.

Local de produção: Bombinhas, SC

@trammohandmade

17. Wiit Design Studio

Aproxima o design e a tecnologia da sua marca.

Os processos fabris atuais em geral contam com uma cadeia produtiva longa e cheia de intermediários, produtos semelhantes e estoques gigantes. O estúdio visa uma indústria 4.0 enxuta, sustentável e focada nas necessidades do cliente final. Uma cadeia logística inovadora que prevê customização em larga escala, produção sob demanda e validação prévia da coleção com baixo investimento inicial. É 100% made in Brazil, com criação, fabricação e tecnologia locais.

Local de produção: Florianópolis, SC

@wiitdesignstudio


Sobre o INSPIRAMAIS

Único do gênero na América Latina, o INSPIRAMAIS é conhecido como referência para o mercado da moda e responsável por impulsionar o processo criativo de toda a indústria de confecção, têxtil, calçadista, moveleiro, automotivo, acessórios e bijuterias – nacional e Latino Americana – reunindo informações que unificam linguagem e metodologia para toda a cadeia produtiva da moda. 

O Salão apresenta uma produção baseada em referências e inspirações únicas, pautada na brasilidade e espelhada em um vasto material de pesquisa desenvolvido por um grupo altamente gabaritado de profissionais de design.

O projeto envolve inúmeras ações, como apresentação de mais de centenas de produtos inovadores, os principais players da moda nacional e internacional, estandes de empresas, apresentação de cartelas de cores, palestras e consultorias, projetos de pesquisas e rodadas de negócios.
Este ano, a edição optou por manter toda a estrutura de projetos e lançamentos que marcam os mais de 10 anos do Salão de Inovação, mas trazer tudo para o formato digital.
Segundo a organização a ideia não é transpor o mundo físico para o virtual, mas sim promover uma experiencia exclusiva, com possibilidade de conhecer lançamentos e produtos, participar de toda a programação e efetivar negócios diretos com as empresas no ambiente virtual.

A partir do tema Free Spirit os conectados ao INSPIRAMAIS irão ter acesso a diversos projetos, como o Conexão Inspiramais, Preview do Couro, Projeto + Estampa, 

Projeto Comprador, Conexão Criativa e Comercial, além de Palestras, showroons e pesquisas de materiais.

O INSPIRAMAIS conta com a promoção da Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), Associação Brasileira das Indústrias do Mobiliário (Abimóvel), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), através do projeto By Brasil, Components, Machinery and Chemicals e apoio das principais entidades setoriais do país e parceiros, como Abest, Abiacav, Abicalçados, In-Mod, IBGM, Instituto By Brasil (IBB), ABVTEX, Francal, Ápice, Guia Jeans Wear, Abrafati e Trans Rubber. Conta com o patrocínio de Cipatex, Altero, Bertex, York, Caimi&Liaison, Brisa/Intexco, Grupo Cofrag, Leather Labs, Colorgraf, Camaleoa, Suntex, Twiltex, Macias, Soares, Basf, Rhodia, Sprint Têxtil e Sculp Leather by Krumenauer.

Mais informações

Carlos Lopes:
11 98923-0749
carloslopes@c-comunica.com