#sustainablebrands2018

Por Camila Doretto

No segundo dia do Sustainable Brands 2018, a maior floresta tropical do mundo foi pauta do painel “Good Amazon –  Amazônia e os esforços para impulsionar  a economia da floresta”.

Participaram da conversa Luciana Villa Nova, gerente de sustentabilidade da Natura, Franquismar Maciel, coordenador da Rede Jirau (Pará), Valmir Ortega, diretor-executivo Conexsus e Joanna Martins, sócia da empresa Manioca, que trabalha com produtos tradicionais levando a todos o sabor da Amazônia.

 

Manter a Amazônia viva física e economicamente, gerando recursos de forma sustentável para os moradores da floresta foi fala comum na voz dos participantes. “Um desafio que parece ainda maior daqui pra frente e que reforça a necessidade da formação de redes para nos organizarmos e dialogarmos com o governo”, destacou Luciana Villa Nova, gerente de sustentabilidade da Natura.

“Diante desse desafio que temos como sociedade brasileira, principalmente por um tom de discurso que relativiza a proteção dos recursos ambientais, precisamos de mais espaços de conexão, de empresas dizendo não para o desmatamento e dizendo também que querem a Amazônia em pé. E precisamos ainda olhar para o seguinte, quanto maiores são os sinais de ameaça, maiores são as oportunidades de reforçarmos elos e alianças”, completou Valmir Ortega, diretor-executivo Conexsus – Instituto Conexões Sustentáveis.