O São Paulo Fashion Week N46 começou no domingo dia 21 de outubro e vai até sexta-feira, dia 26, apresentando as novas coleções de 31 grifes durante 6 dias com transmissão ao vivo do FFW e do canal do SPFW no Youtube.

TRAN[SP]POSIÇÃO  é o tema da  edição, provocando todos a ir além de suas próprias convicções e certezas, e inaugura um novo ciclo na história de 23 anos da plataforma que consolidou e projetou a moda brasileira para o mundo. “ Desde o início destacamos que estávamos iniciando um projeto de 30 anos. Agora estamos em mais uma etapa deste processo, novamente com  a criatividade em diferentes níveis, em novos espaços.

O Farol é o ponto de partida dessa edição que chega até o outro lado da cidade num antigo galpão industrial na Vila Leopoldina. É a vontade de expandir fronteiras e ir além, ressignificar espaços a partir da criatividade alinhado à vocação de São Paulo para as novas economias, integrando e conectando a cidade com os grandes centros de inovação do mundo,” destaca Paulo Borges, idealizador e diretor criativo do SPFW.

Novo espaço- 

Nesta edição o SPFW inaugura sua nova casa, o espaço Arca, que é um galpão na Vila Leopoldina. A maior parte da programação acontece lá dentro, com exceção de alguns desfiles, como os de Gloria Coelho e Lilly Sarti, e das masterclasses que integram a programação do Projeto Estufa e ocorrem no Farol Santander, no centro da cidade.

Rosamania de Makoto Egashira. Ambientes, objetos, carro e pessoas cobertos por… cobertor de flores.

 

PROJETO ESTUFA – 

O grande destaque deste ano é a segunda edição do Projeto Estufa com ações e debates sobre moda e seu universo.

O Projeto Estufa é uma plataforma para revelar e apresentar novas formas de criar, distribuir e produzir. Provocar diálogos e reflexões, inspirar e influenciar comportamentos. Novas economias, fronteiras da tecnologia, materiais, outros mindsets e comportamentos são temas de masterclasses no Farol Santander com desdobramento em conversas e apresentações no espaço ARCA. A programação vai de 23 a 25 de outubro e inclui masterclasses, mesas redondas, feiras de startups, desfiles e labs. Toda a programação do Estufa está aberta ao público mediante inscrição e compra de ingressos. Acesse o site 

A cineasta e cenógrafa Daniela Thomas é a cenográfa do SPFWN46 e co-curadora, junto com a artista Mari Nagem, da exposição do Projeto Estufa, que reúne 17 artistas contemporâneos. 

Além da exposição e desfiles de sete novos designers, que integram a plataforma, o Projeto traz uma agenda que inclui masterclasses, talks e feira de startups distribuídos nos dois espaços. Veja AQUI.

Endereços: 

ARCA – Av Manoel Bandeira, 360 – Vila Leopoldina – São Paulo

Farol Santander – Rua João Brícola, 24 – Centro – São Paulo 

 

*com informações SPFW